Crie formularios que convertem pelo engajamento
Tempo de leitura: 5 minutos

Seu site precisa de formulários que convertem!

Veja erros comuns que cometemos e como concerta-los para criar formulários que convertem.

Não importa se é em um cadastro, um formulário multi-step, ou apenas um formulário monótono de contato. Em todo produto digital os formulários são uma das partes mais importantes.

Neste artigo vou te mostrar o que fazer para evitar 15 erros bobos, e aumentar ainda mais a taxa de conversão dos seus formulários.

Importante: lembre-se de que toda regra tem a sua exceção, e que não existe bala de prata.

Com introdução feita e avisos dados, vamos ao que interessa!

#1 – Formulários devem ter uma coluna

Formulários que convertem dica 1

Múltiplas colunas tiram a atenção do usuário. O ideal é que ele não precise mudar o seu foco na página para continuar preenchendo o formulário.

#2 – Coloque as etiquetas acima do campo

Formulários que convertem dica 2

Mesmo princípio da dica 1. Usuários preenchem mais rápido quando precisam enxergar apenas o que está na vertical. Além disso, formulários com etiquetas acima dos formulários se adaptam muito bem no mobile.

#3 – Agrupe as etiquetas perto dos seus campos

Formulários que convertem dica 3

Coloque a etiqueta e o campo perto um do outro, e preste atenção na distância entre o próximo campo, para que os usuários não se confundam.

#4 – Evite colocar todas as letras maiúsculas

Formulários que convertem dica 4

Textos com todas as letras maiúsculas são mais difíceis de se “escanear” com o olho. Deixe as maiúsculas para a CTA, como falamos neste artigo.

#5 – Mostre todas as opções (se forem menos de 6)

Formulários que convertem dica 5

Colocar opções em drop-down requer dois cliques, além de esconder as opções do usuário até que ele clique ali. Use um seletor apenas se forem mais do que 5 opções. Com mais de 20, considere também usar um campo de busca para facilitar a seleção.

#6 – Não use o placeholder como etiqueta

Formulários que convertem dica 6

É tentador usar placeholder’s para economizar espaço e linhas de código, eu sei 🙁 Mas isso causa vários problemas de usabilidades, que foram bem apontados pela Katir Sherwin, neste artigo.

#7 – Coloque radios e checkbox embaixo um do outro

Formulários que convertem dica 7

Isso também ajuda bastante para que o usuário escaneie melhor a página.

#8 – Deixe claro na sua CTA o que o usuário deve fazer

Formulários que convertem dica 8

Mais uma dica que já falamos por aqui. O usuário tem que saber o que fazer quando bate o olho no seu formulário. Use frases como “Quero me cadastrar”, ou “Quero meu e-book” ao invés do simples e batido “enviar”.

#9 – Deixe bem claro no que o usuário errou

Formulários que convertem dica 9

Mostre ao usuário onde ele exatamente errou, e fale pra ele o porquê.

#10 – Não esconda o texto de ajuda

Formulários que convertem dica 10

Mostre a ajuda básica sempre que possível. Se a mensagem de ajuda precisar ser maior, tente fazer com que ela apareça pelo menos no momento em que o usuário começa a digitar no campo.

#11 – Diferencie as ações primárias das secundárias

Formulários que convertem dica 11

Mais uma vez, deixe bem claro onde o usuário deve clicar. E pense muito bem se deve mesmo colocar uma segunda opção. Quase sempre CTA’s funcionam melhor quando são a única opção para o usuário.

#12 – Use o tamanho dos campos como uma dica

Formulários que convertem dica 12

O tamanho do campo faz o usuário ter uma ideia do tamanho da resposta. Sempre que a resposta for curta, deixe isso claro. Essa dica pode ajudar em campos de CEP, telefone, etc.

#13 – Não use *, avise apenas o que não precisa ser preenchido

Formulários que convertem dica 13

É mais fácil marcar o que é minoria. E a usabilidade fica mais fácil para usuários leigos, que não conhecem o significado do sinal (*).

#14 – Agrupe informações semelhantes

Formulários que convertem dica 14

Usuários pensam em lotes, e formulários longos sempre são cansativos. Criando grupos por associação lógica você libera um pouco dessa “pressão” do usuário. Mas lembre-se sempre de pensar se precisa daquele monte de campos mesmo.

#15 – Por que perguntar?

Omita campos opcionais e pense em outras formas de coletar esses dados. Ou melhor, pense se precisa mesmo dessa informação.

A entrada de dados está sendo muito automatizada. Por exemplo, celulares e os tão falados wearables coletam toneladas de dados sem o usuário nem estar percebendo. Pense em formas de levar seu negócio para as redes sociais, SMS, coletar os dados em uma pesquisa por e-mail depois, geolocalização…

Tudo depende da sua imaginação e capacidade de correr atrás de novas soluções 🙂

Concluindo , faça isso ser divertido

Aqui vai uma dica extra: é piegas, é brega, mas é verdade. A vida é curta.

Ninguém quer perder muito tempo preenchendo formulários (por isso que seus formulários longos não convertem bem, né?).

Seja criativo. Seja engraçado (mas não force a barra). Engaje o usuário aos poucos. Essa é a regra para se criar formulários que convertem.

Você precisa criar uma emoção e uma ligação positiva da sua marca com o seu usuário. Se você fizer isso corretamente, sua conversão vai aumentar.

Siga as regras, mas não se atenha demais à elas. Faça o que for melhor pro seu negócio.

Se esse artigo te ajudou de alguma forma, curta, compartilhe e se inscreva na lista VIP do Blog Machine, pretendo continuar trazendo conteúdos como esse para você. Um grande abraço!

Referências:

Esse artigo foi traduzido e adaptado para português do maravilhoso artigo de Andrew Coyle. Você pode acessar o artigo original neste link.